Quem se presta a ser escravo
desse povo lá de fora,
pra ganhar o bom Real
e comer feijão em Dólar?

Quem se presta a ser escravo
desse povo lá de fora,
pra ganhar o bom Real
e comer feijão em Dólar?

Voltei do inferno de Dante
Também já fui brasileiro
Senti no outro uma náusea
Lembrei de ler o estrangeiro

Vou ficar aqui, meu bem!
Sei o Céu do qual caí,
sei que lá sou Deus, porém…
tá tão tão gostoso aqui!

Coração de São João
– aquecido na fogueira,
no curau e no quentão –
quer quadrilha a noite inteira.

Hoje é sexta e, só por isso,
nossa história não tem fim.
Amanhã será sagrado,
consagrado ao tamborim.

Atirei um tiro reto,
que curvou na gravidade.
Descobri que o erro é certo,
trupicando na verdade.